segunda-feira, 4 de junho de 2018

Orquestra sem maestro







Nunca uma orquestra foi tão desorganizada e desafinada.
O maestro saiu da cena e nos deixou a vagar com nossas partituras desfolhadas ,jogadas no chão.
Cada músico recolheu uma folha e começou a tocar no seu tempo as notações que lia em cada pentagrama.
Os orquestrantes se olhavam para julgar o que estavam ao seu lado e ridicularizá-los seu pelo desempenho.
Alguns achavam que as partituras se encaixariam naturalmente e a melodia fluiria assaz.
Outros esperavam para que uma nova melodia substituísse as outras como gratificação.
E assim, ficaram esperando que tudo acontecesse da melhor forma, confiando que o sistema musical aconteceria  automaticamente , que a próxima partitura seria melhor...Que todo vento que espalhou as notações musicais, teve um propósito e não porque deixaram as janelas abertas.
Foram todos despedidos.


quarta-feira, 2 de maio de 2018

efervecente...













Hoje me sentia como uns centímetros de água límpida e perfeitamente inerte dentro de um copo....mas alguém jogou um sonrisal e agora ; segura peãooooo


sobre amor







A linguagem corporal e mental dos que amam, são tidas como hieróglifos para os que não têm essa vivência.


domingo, 29 de abril de 2018

Dançando









E no baile, aquele isolamento desaparecia logo ao iniciar a música. Envolvida nos braços de um total desconhecido, ela dançava com os pés inseridos num sonho que começava a criar. Sua mente vagava para histórias fantásticas sem critério para finalizar  Era o tal do moço que ela tinha esperado a vida toda. Aquele senhor de cabelo grisalho, um pouco encurvado, mas com um sorriso brilhoso ,que não apareceu durante sua juventude e que agora naquela suave melodia ,emergia do pó dos seus desejos e se apresentava como um holograma.
Seus braços num pressagio de perda, apressavam-se em apertar com mais força os ombros e mãos do seu cavalheiro.
De olhos fechados se transportava para o paraíso e ideava ficar...
,,,Ao cessar a cativa valsa,o casal de bailarinos da caixinha de música ,interrompe seus movimentos num posicionamento fúnebre, estático,com o olhar fixo nos olhos um no outro.
Sem existência ,sem vida,sem sonhos, até que alguém dê corda e alce a tampa novamente...
Sentada em sua cadeira solitária, ela continuava imaginando a possibilidade de ser tirada para dançar com um novo príncipe, um marques, ou até um simples serviçal.
O palco iluminado com luzes tão coloridas , um globo brilhante,ao som da música contínua, tinha o poder de fazer uma dama que fora desfocada do mundo “ Sonhar”.





sexta-feira, 30 de março de 2018

Honestidade










A honestidade não se baseia unicamente em devolver algo que se achou na rua ao seu dono....ela é complexa....tem muitos ramos....muitas alternativas.
Ela vem envolvida com lealdade e amor ao próximo...
A honestidade não vem manchada de desculpas e mentiras... é como as águas de um velho rio que corre sempre pelo mesmo leito e já com sulcos profundos não muda seu curso.Fica plantada na mente e as ações fluem naturalmente.
Não espera reconhecimento... muito menos aplausos...somente a sensação de ter feito o melhor...
Atos de honestidade não envolve nenhum tipo de interesse... Não adula....não cobiça...não engana...
Não tem bifurcações...não tem o que decidir ante ela por ser Única.

Se transformou em ato heroico que resulta em prêmios.
Que escassez de bom senso de valores e de honra !
Que miseráveis nos tornamos.







segunda-feira, 26 de março de 2018

Fantasia





Encontrei um coelho na rua.
Ele atravessava o bairro para provavelmente fazer sua atividade em alguma loja de chocolate do centro . 
As pessoas passavam por ele freneticamente sem quase notá-lo porque sendo uma segunda de manhã,todos buscavam por seus trabalhos e afazeres.
Observando a cena ,buzinei e esperei ele virar a enorme cabeça para meu lado.Ficou parado olhando e provavelmente procurando alguma criança no carro.Como não tinha nenhuma,ficou olhando pra mim esperando alguma reação.E teve...buzinei outra vez e sai pela janela do carro com metade do meu corpo e dei um enorme tchau para ele.Foi hilário ver ele pular e acenar de volta para mim.
Não imagino quem estava dentro daquela figura lúdica,mas tirou de mim logo de manhã,uma criança levada que ainda acredita na fantasia e alegria que uma simples mascara de coelho pode trazer.







sábado, 24 de março de 2018

Como Brigadeiro











Sempre que eu tomo alguma decisão mais radical,eu me sinto preparando um brigadeiro...Fácil de colocar todos os ingredientes na panela e ligar o fogo...daí,vem o difícil.... mexer até engrossar e soltar do pote . Dá vontade de desistir,mas você sabe que vai amar o resultado então com um esforço danado,fica girando a colher de pau.Mas....... Quando começa a tomar corpo e o cheiro doce de chocolate se espalha no ar,você cria um fôlego extra e se esforça para terminar o que começou.....quem vai até o final,desfruta de deliciosas colheradas recheadas..... estou ainda com o fogo desligado....mas com o fósforo aceso nas mãos e dai segura peão porque.esse doce vai virar receita...






quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Perdida na música








As vezes me sinto como uma notação musical...uma pequena e solitária nota que fora tirada  da pauta e colocada numa peça que não toca mais.
Fico ali observando a musica discorrer sobre as teclas brancas e pretas, com suas pausas, andamentos e melodia, sem força para pular e embrenhar-me nesse pentagrama que é a vida.
Não é fácil participar de uma partitura. É preciso treino, talento e muito esforço.
Preciso ficar mais atenta na minha atuação. Saber a hora de me executar para não desafinar... 
Saber a hora de finalizar para não perpetuar o som que já não convêm mais.
Meu maestro gesticula sem parar, com sinais que me fazem pensar...Acho que não os entendo mais.